A importância da Meliponicultura para a sustentabilidade

Segundo a EMBRAPA essas abelhas são responsáveis pela polinização de 30% das espécies da Caatinga, Pantanal e até 90% das espécies da Mata Atlântica. Através da Melipolicultura é possível que a comunidade dessas abelhas em decadência possa se reerguer. Além disso boa parte da flora de todos os biomas brasileiros depende das abelhas para existir, visto que elas garantem a propagação de diversos tipos de vegetação através da polinização.

MeaTech desenvolve carne cultivada com tecnologia de impressão 3D integrada

Como é realizado o desenvolvimento dessa carne cultivada?
Primeiramente é realizado o isolamento de células-tronco bovinas de amostras de tecidos, depois são multiplicadas até alcançar massa celular suficiente. Essas células são formuladas em bio-tintas compatíveis com a bioimpressora 3D da MeaTech. O produto impresso é incubado para maturar e as células-tronco impressas são diferenciadas em células de gordura e musculares que se desenvolveram em tecido adiposo e muscular, respectivamente, formando o bife MeaTech com peso líquido em torno de 110g.

Bioplástico obtido a partir de casca de camarão

Aurora extraiu a quitina da casca do camarão, após estudar a composição. Este é carboidrato encontrado em conchas de crustáceos, como: lagosta, camarão e caranguejo, além de alguns insetos. Posteriormente combinou a quitina com a fibroína, proteína insolúvel que compõe os bichos-da-seda e fez processamento químico que resultou no protótipo do bioplástico com as características de ser flexível, durável, insolúvel e transparente.

Os pilares do bem-estar animal: as cinco liberdades

No século XXI, a agricultura passou por várias mudanças, dentre elas a valorização do bem-estar animal – BEA, além da gestão da qualidade que passou a ser realizada em toda a cadeia do produto. Aspectos na criação do animal como: afeto e liberdade de expressão do comportamento durante sua vida, passaram a ser relevantes. Esses estão correlacionados não apenas ao mercado consumidor, que está cada vez mais exigente, mas também com os profissionais estudantes da área.

EFSA avalia e aprova a segurança do consumo das larvas do Tenébrio

Como um ponto forte aliado a sustentabilidade considerada uma das cinco tendências globais de consumo divulgada pela ADM, empresa de nutrição humana e animal, a segurança do consumo de inseto, mais especificamente as larvas secas do besouro Tenebrio molitor foi avaliada e aprovada pela Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) como novo alimento (NF) nos termos do Regulamento (EU) 2015/2283 e foi divulgada nessa semana.

Português PT English EN Español ES