Alimentos alternativos um futuro seguro, sustentável e nutritivo?

Warren Hojnacki, Gerente Regional de Vendas – Alimentos da SGS, foi o moderador e iniciou com uma pergunta sobre o tema: Alimentos alternativos um futuro seguro, sustentável e nutritivo.
Quais são as tendências chave que estão levando a discussões e aumentando a conscientização?

PARA CRESCER: TRANSFORME SUA LINHA DE FRENTE – Breakout Sessions

Lisa Robinson, Vice-Presidente Global de Segurança dos Alimentos e Saúde Pública da Ecolab, fundada em 1920 no Estados Unido foi moderadora desse painel. Lisa destacou a importância dos colaboradores que estão na linha de frente de empresas de alimentos, seja na indústria, no varejo ou no setor de serviços, como bares e restaurantes e alertou que esses trabalhadores têm alto impacto nos negócios.

AÇÕES PARA MELHORIA DE ATENDIMENTO DE ESPECIFICAÇÕES QUANTO À GARANTIA DA SEGURANÇA DE ALIMENTOS – Gillian Kelleher, da Wegmans

A Wegmans é uma empresa privada, fundada em 1916 por John e Walter Wegman, sediada no subúrbio de Rochester, estado de Nova Iorque. Essa rede de supermercados conta hoje com cerca de 50.000 colaboradores, 101 lojas em 7 estados. Gillian palestrou sobre como são desenvolvidas as ações para que as especificações da empresa sejam atendidas quanto à Segurança de Alimentos dos produtos.

Segurança de Alimentos e Sustentabilidade Emilio Tenuta – Ecolab

Emilio Tenuta, Vice-Presidente Sênior de Sustentabilidade da Ecolab, realizou uma palestra na sessão especial da GFSI de uma temática muito interessante apresentando três grandes desafios para a questão: como nós podemos crescer com segurança e com sustentabilidade? São três desafios, para saber mais acesse o Post completo.

TECNOLOGIA A SERVIÇO DA SEGURANÇA DE ALIMENTOS

Nessa plenária, uma equipe de cinco profissionais da Amazon, especialistas no assunto, se revezaram para explicar quais ferramentas tecnológicas são utilizadas pela empresa para garantir a segurança de alimentos.

7 FATORES CHAVE – Além da auditoria: como esperar mais da inspeção

Líderes do FDA dos Estados Unidos, da Organização Mundial do Comércio, da Autoridade de Segurança e Padrões de Alimentos da Índia e da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, além de representantes da indústria e da academia debateram esse importante assunto. Esses profissionais possuem prática em grande variedade de ambientes, desde agricultura, produção até varejo, com conhecimento em assuntos que vão do manejo de pragas à inteligência artificial.

G2B: PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS

“Doing together what no one can do alone” Desde 2016, a GFSI assumiu o papel, que somente uma entidade global dessa envergadura pode conseguir: o de realizar reuniões entre entidades governamentais e setor privado – os “G2B Meetings” (Government-to-Business) como o objetivo de discutir oportunidades comuns para fazer avançar a Segurança de Alimentos no mundo.

Premiação Global Markets

A moderadora Femi Oke, apresentadora de televisão britânica e jornalista, abriu a cerimônia anual da Premiação Global Markets, que reconhece as empresas “pequenas, mas ambiciosas” do Programa Global Markets da GFSI.

UM MUNDO CONECTADO

A plenária foi iniciada com um vídeo apresentando vários locais ao redor do mundo, incluindo desde campos de refugiados até supermercados ucranianos, tendo todos em comum a comida saudável e segura. A seguir foi mostrado o vídeo da Golden Sugar Company, Nigéria, vencedora do Prêmio Global Markets 2019. Essa empresa adotou o Programa Global Markets para fazer evoluir sua Cultura de Segurança de Alimentos.

Ciência dos Alimentos em Ação

A última plenária do dia 26 teve a participação de palestrantes cujas carreiras lhes proporcionaram insights sobre as funções relacionadas com a inspeção de segurança de alimentos, do auditor ao agente regulador. Suas apresentações abordaram de forma diferenciada o conceito de “inspecionar o que você espera”, que incentivou uma maior utilização dos dados e ferramentas disponíveis para profissionais de segurança de alimentos.

CULTURA DE SEGURANÇA DE ALIMENTOS – LIDERANÇA PELO EXEMPLO

A segunda plenária da manhã teve a participação de líderes de destaque da indústria, que usaram suas plataformas para implementar a Cultura de Segurança de Alimentos em toda a sua organização. Como por exemplo, Danny Wegman, presidente da Wegmans Food Markets que implementou uma política de tolerância zero para a segurança de alimentos, e aconselhou todos os participantes do evento a fazerem o mesmo.