Série IRSFD – Empreendendo com vinho P.03 QUAIS TIPOS DE VINHOS SÃO RECOMENDADOS PARA PEQUENOS PRODUTORES?

A maior produção no Brasil é de vinhos de mesa, elaborados a partir de uvas americanas (Vitis labruscas), mais rústicas e resistentes a doenças, de melhor adaptação ao nosso clima, que resultam em um vinho de perfil sensorial mais simples e menor valor de mercado. Para produção de vinhos finos, é necessário investir em uvas viníferas (Vitis viníferas) que trazem aromas e sabores mais complexos, considerados mais refinados, resultando em vinhos mais finos.

Série IRSFD – Empreendendo com vinho P.02

Embora no geral haja pouco apoio para os produtores de menor porte, há órgãos oficiais, associações e cooperativas que auxiliam na produção das uvas e do vinho. Estas entidades compartilham recursos e infraestrutura para o desenvolvimento de novas tecnologias, realizam transferência de conhecimento e resultados de pesquisas.

SÉRIE IRSFD – EMPREENDENDO COM VINHO P.01 Por onde começar???

O Brasil vem sendo reconhecido pela produção de vinhos com características interessantes e tem ganhado o gosto do consumidor, embora muitos brasileiros ainda desconheçam o brilhante potencial das pequenas vinícolas espalhadas pelo Brasil. De norte a sul, há pequenos produtores que utilizam todo o seu conhecimento histórico, experiência e amor para produzir vinhos privilegiando a boa qualidade podendo alcançar melhor preço, embora alguns ainda coloquem a quantidade em primeiro do plano.

Dia Nacional dos Surdos

Algumas conquistas para a inclusão nesse sentido já ocorreram, como oficialização da Libras como segunda língua nacional, obrigatoriedade do ensino de Libras na formação de professores e para crianças com deficiência auditiva e a presença do intérprete de Libras em órgãos públicos.

Quais são os desafios no desenvolvimento de produtos cárneos saudáveis?

Os produtos cárneos são aqueles elaborados a partir da carne fresca por um ou mais processos como: cozimento, salga, defumação, fermentação, adição de especiarias, condimentos, entre outros. Esses produtos possuem características sensoriais peculiares de cada processo como: aroma, cor, textura, sabor, além de conferir maior shelf life e segurança para esses alimentos. Porém, eles são ricos em proteínas, lipídios, aditivos e sódio. Como torná-los mais saudáveis?